Quarta-Feira, 14 de Novembro de 2018
Home Android OS

Será que um smartphone com Android Go serve pra você?

4 de julho de 2018 1002 0
Será que um smartphone com Android Go serve pra você?

Já pensou voltar a usar um smartphone com 512 MB de memória RAM ou pelo menos 1 GB? Não? Repense isso, pois, com o Android Go isso será possível. Ainda este ano veremos novos modelos no mercado com pouca RAM, processadores básicos, mas que prometem entregar uma experiências satisfatória para usuários menos exigentes.

O que é o Android Go?

O Android Go (ou Android Oreo Go Edition) é uma versão do Android com menos recursos do que a versão padrão, atualmente na versão 9.0 ou Android P, e que tem foco na otimização do sistema operacional como um todo, assim como na execução de aplicações diversas. A otimização é tamanha que o aparelho rodará o sistema operacional e seus apps de forma plena, mesmo contando com um hardware considerado já ultrapassado no sentido literal da palavra, isso porque quem pensaria em comprar um smartphone em pleno 2018 com menos de 1 GB de memória RAM? Quando o padrão já é 3 pra cima… 512 MB será o requisito de RAM mínima para rodar o Android Go e 1 GB será o máximo permitido. Veja que a ideia é, de fato, oferecer aparelhos super baratos.

Outra parte da otimização está nos aplicativo padrão do sistema, os que correspondem aos serviços Google. Os Google Apps rodam em versões “lite”, poupando recursos do sistema e também o hardware. Toda essa otimização deve resultar numa economia de até 750 TB de dados, que segundo o Google, é a média consumida hoje pelos usuários. O YouTube Go, por exemplo, não pré-carrega os vídeos, contribuindo na economia de dados de internet e de esforço hardware.

De uma forma geral, o Android Go é uma versão simplificada e otimizada do Android.

Todos os apps da Play Store rodam no Android Go?

Imagem relacionada

Google Go Apps

Em teoria sim, mas na prática não, isso porque muitos deles já se tornaram tão complexos que pouca memória RAM resultaria em uma experiência ruim. Pensando nisso, a Google recomendou que desenvolvedores criem versão “lite” para suas criações, assim como ela mesmo o fez. Isso vai garantir presença em mercados emergentes e com pouca infraestrutura.

Android Go VS Android One

Resultado de imagem para android go

Originalmente podemos dizer que o Android One tinha como propósito ser o que o Android Go é hoje, porém, o projeto mudou de rumo e hoje o Android One é a chamada “versão pura” do Android e é embarcado em modelos medianos e tops de linha, enquanto que os modelos mais básicos usam o Android Go. Não é possível migrar de um para outro, sendo cada um limitado a seus próprios hardwares. O mesmo pode ser dito para aqueles que usam versões mais antigas do Android, como o 4.4, 6.0, 7.1.1, seja lá qual for… não é possível migrar para o Android Go. Simples assim. Mesmo sabendo que o Android Go foi baseado no Android 8 Oreo, não existem métodos oficiais para migrar de uma versão para a outra.

Atualizações e modelos

Resultado de imagem para multilaser MS50G

Modelo Multilaser MS50G vendido no Brasil com Android Go

Segundo a Google, o modelo de distribuição dos update para o Android Go seguirá o mesmo padrão adotado para o Android padrão, sendo “amarrado” a vontade da fabricante do aparelho, o que pode ser um complicador, dado o fato desses telefones serem bem baratos e podem não favorecer o comprometimento das OEM com cada modelos lançado. Mais de 100 modelos diferentes serão lançados ainda este, incluindo de fabricantes brasileiras, como a Multilaser e Positivo.

Vale a pena?

Depende muito do que você quer de um smartphone. Se o seu desejo é navegar por redes sociais, usar o Skype, WhatsApp, Instagram, navegar pela internet, assistir vídeos no Youtube e coisas simples assim, o Android Go vai te servir muito bem. Se sua vibe é jogar, tirar fotos, consumir mídias diversas o tempo todo, talvez seja melhor um modelo intermediário com versões comuns do Android.

Compartilhe:

Comentários: