Quarta-Feira, 17 de Outubro de 2018
Home Aparelhos

Motorola One chega o mercado brasileiro por preço razoável

4 de outubro de 2018 135 0
Motorola One chega o mercado brasileiro por preço razoável

Oficialmente falando, o Motorola One, anunciado hoje para nosso mercado, é o primeiro smartphone participante do programa do Google Android One a ser comercializado no Brasil. Suas vendas já foram iniciadas pelo preço sugerido de R$ 1500,00.

O Motorola One é um telefone de nível intermediário, mas com um acabamento e design bem interessante que podem confundi-lo facilmente com um iPhone X da Apple.

Principais destaques do Motorola One:

  • Tela HD na proporção 18:9 que mede 5,9 polegadas
  • Processador Snapdragon 625 Octa-Core
  • 4 GB de memória RAM
  • 64 GB de armazenamento interno
  • Câmera frontal de 8 MP f2/2
  • Câmera principal dupla com um uma lente de 13 MP f2/2.0 + outra de 2 MP f/2.4 para geração do efeito de desfoque de fundo
  • Bateria de 3000 mAh com suporte ao carregamento turbo da Qualcomm (Quick Charge)
  • Leitor biométrico na parte traseira
  • USB-C

Mas, o que é o Android One?

O Android One é uma série de smartphones que executam o sistema operacional Android não modificado. Trata-se de um padrão técnico de hardware e software criado pelo Google para fornecer uma experiência de usuário consistente e segurança aprimorada por meio de atualizações frequentes e do Google Play Protect.

O Projeto Android One foi lançado em 2014 e se concentrou em dispositivos de nível de entrada para mercados emergentes , mas depois evoluiu para o principal programa móvel do Google. Hoje, várias OEMs aderiram ao programa, inclusive a Xiaomi, Nokia e agora a Motorola.

Voltando ao Motorola One, se por fora ele lembra o iPhone X da Apple, por dentro ele mais parece um Xiaomi Mi A1. O hardware é praticamente o mesmo, exceto pela bateia, que tem menor capacidade, e o conjunto de câmeras, que é ligeiramente superado pelo da Xiaomi. Se for comparar com o Mi A2, ele já estaria desatualizado.

Achamos o preço um pouco salgado, porém, dado o atual cenário do mercado de smartphones brasileiro, onde quase não se compra mais nada que preste por menos de R$ 1000, comprar um aparelho que verá muito mais atualizações do que a maioria e com 4 GB d RAM, pode valer a pena desembolsar o valor cobrado por ele.

Compartilhe:

Comentários: